segunda-feira, 2 de março de 2009

Nada mais que algum coitado...

Você me olha com essa carinha banal de "me espera só mais um pouquinho". Querendo me congelar enquanto você confere pela centésima vez se não tem mesmo nenhuma mulher melhor do que eu. E sempre volta.Volta porque pode até ter uma coxa mais dura. Pode até ter uma conta bancária mais recheada. Pode até ter alguma descolada que te deixe instigado. Mas não tem nenhuma melhor do que eu. Não tem.Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. E eu passei os últimos anos escrevendo sobre como você era especial e como eu te amava e isso e aquilo. Mas chega disso.Caiu finalmente a minha ficha do quanto você é, tão e somente, um cara burro. E do quanto você jamais vai encontrar uma mulher que nem eu nesses lugares deprê em que procura. E do quanto a sua felicidade sem mim deve ser pouca pra você viver reafirmando o quanto é feliz sem mim e principalmente viver reafirmando isso pra mim. Sabe o quê? Eu vou para a cama todo dia com 5 livros e uma saudade imensa de você. Ao invés de estar por aí caçando qualquer mala na rua pra te esquecer ou para me esquecer. Porque eu me banco sozinha e eu me banco com um coração. E não me sinto fraca ou boba ou perdendo meu tempo por causa disso. E eu malho todo dia igual a essas suas amiguinhas de quem você tanto gosta, mas tenho algo que certamente você não encontra nelas: assunto.Bastante assunto.Eu não faço desfile de moda todos os segundos do meu dia porque me acho bonita sem precisar de chapinha, salto alto e peito de pomba.Eu tenho pena das mulheres que correm o tempo todo atrás de se tornarem a melhor fruta de uma feira. Pra depois serem apalpadas e terem seus bagaços cuspidos.Também sou convidada para essas festinhas com gente "wanna be" que você adora. Mas eu já sou alguém e não preciso mais querer ser. E eu, finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim. Coitado.

5 comentários:

Ricardo Leitão disse...

Hmmm.. quanto "E".
E mais uma coisa... se falasse assim comigo, desse jeito, louca pra levar uma resposta nos peitos, achando que está no controle, eu não teria nem dúvida do que fazer: Tu nunca teria uma resposta. Mas como sou um romântico, grudento e babão, daria uma resposta, uma daquelas bonitas. Falando um monte de verdade, assumindo a culpa de tudo, e dizendo que agora tudo se tornou insuportável. Ora wanna be´s... Estás a comer cocô?! São pessoas que têm coração, e apenas não sabem se expressar.
Sei que é difícil mostrar isso, menos ainda ver o que há por dentro de quem não sabe como mostrar. Mas acho que todo mundo tem esse potêncial.
Acho que tu está atrapalhada, podia fazer uma pausa nas tuas publicações...
Texto muito bom, mas quem sabe tu escreve, salva no teu computador, mostra para os teus amigos apenas... e deixa pra publicar num momento mais tranquilo..
Te amo!
Beijos

Mariana Barreto disse...

As festas que eu falei não sao os mesmos lugares que tu frequenta e na verdade o texto começou me lembrando de uma pessoa e terminou lembrando de outra.
Então realmente eu to atrapalhada, mas não vejo problema nas pessoas leerem isso!
É a pura realidade, mas não exatamente para qm tu ta pensando.
Te amo conversamos mais tarde!

Ricardo Leitão disse...

Mas que mania essa que mulher tem de cuspir....

Mariana Barreto disse...

E que mania tu tem de me amar ate eu sendo assim, a amiga mais atrapalhada e chorona!
Te amo!

Anônimo disse...

Nossa, acho q tô um pouco atrasada p ler esse texto!!!
Mas achei perfeito! Identifica muitas mulheres que são lindas e ainda conseguem ser inteligentes, sem se preocupar em ser escrava da mídia e da beleza.Fiquei com um pouco de pena dos homens, mas é a realidade pura e simples. Ainda acredito no amor e quero acreditar q exitem homens capazes de se reafirmar dizendo e demonstrando o quanto são capazes de amar e amam!!!