terça-feira, 17 de novembro de 2009

Um amor saudável traz outra cara pra sua vida.
Pensava esses dias sobre como tenho sido mais humana desde que descobri que, para ser feliz é necessário -MESMO- deixar de ser triste.
Tenho entendido cada vez mais que estar junto é realmente querer estar ao lado de alguém, sem precisar fazer disso uma disputa consigo mesmo, uma luta contra céus e terras, transformando esse sentimento em um fardo tão pesado, que quase nunca compensa a conquista.
Tenho entendido também que a felicidade é tão breve que a gente precisa renová-la TODOS os dias, com reconhecimento, fidelidade e principalmente entrega. Essa coisa de esperar retornos é tão cansativa quanto carregar o mundo nas costas.
Com o passar dos anos, dos meses e desses meus últimos dias, me afastei tão amplamente da minha antiga visão de amor, tão macabra quanto a morte da bezerra. Amor não é como um vestibular, que você gasta a energia que não tem pra ser aprovada e, quando consegue, tem que arrastar o mundo pra se manter em atividade.
Devo dizer que tenho me sentido tão a vontade, tão livre, leve e solta sem precisar estar só. Essa coisa de 'completude' existe, acredite! Não que você precise de alguém para ser inteira. Mas alguém nesse mundo é capaz de te mostrar partes de si que você jamais descobriria sozinha.
Tenho acreditado mesmo que me encontrei com alguém. Tenho valorizado muito todas as lágrimas que derramei até aqui. Tenho compreendido todas as minhas quedas e mágoas e percebido que as minhas decepções me abriram tanto os olhos que pude enxergar os detalhes mais sutis de uma felicidade que por anos se disfarçou num amigo distante.
O mais importante de tudo é viver a vida no momento em que ela se dá. Em certos aspectos é valioso nos mantermos presas ao passados, chorosas por um amor frustrado, esperançosas pela retroatividade das lembranças. Mas apenas se tivermos em foco o nosso bem-estar. Jamais diria: persista o seu sofrimento, porque ele tem uma cara bonitinha, te diz coisasa agradáveis a cada primavera e tem uma performance relevante numa cama de motel.
Mas se isso passar e te trouxer uma percepção completamente renovada da vida, agradeça. Poucas são as pessoas que conseguem aproveitar os frutos podres que caíram dos seus galhos envelhecidos pela dor.
O sentido da vida está na evolução. E eu, com toda leveza, devo agradecer às pedras que levei na nuca, às facadas que tomei pelas costas. Sem elas, nunca perceberia a grandeza dessa flor que, todos os dias, nasce em meu peito.

6 comentários:

Anônimo disse...

Quando leio textos assim, penso como sou abençoada por Deus, além de bonita por natureza. hehhehehe
Sempre tive muita sorte na vida e isso se estende as pessoas com as quais me relaciono.
Nunca tive perto de mim pessoas que me dessem facadas pelas costas, me jogassem pedra na nuca.
Até aquelas que todos pintam como “monstros”, sempre são extremamente amáveis comigo.
Vai ver que as pessoas que realmente são monstruosas não gostam de mim. E se for assim, eu to achando ótimo!!!
As poucas que se aproximam com esse tipo de comportamento, não conseguem ficar por muito tempo. Não encontram em mim respaldo para suas maldades, canalhices, crueldades, fofocas e intrigas.Não sou vulerável a dor.Eu não as levo a sério.Acho graça, tiro sarro, provoco, mas não me importo, e para esse tipo de pessoa não há nada pior do que a indiferença.
Mantenho perto de mim somente aqueles que querem provar a felicidade nas suas mais diversas formas, e se desejar se junte, não se acanhe.
Nunca entendi, e ainda não entendo, aquelas pessoas que acham que é provando o amargo da vida que se acha o caminho para aprender a ser feliz.
Comigo isso não funciona. Da vida, só provei o doce, o belo, o maduro.
O que chamas de frutos podres , eu vejo como adubo. E por aí começa a diferença...
E isso me deixa extremamente feliz.
Eu sempre acreditei no amor. Ainda acredito. E minha idéia sobre ele não foi construída em cima de decepções, disilisões, sofrimento. Duvido até mesmo que alguém consiga entender de amor desta forma,mas cada um que se engane com seus próprios olhos.
Com essas tuas palavras, só me resta agradecer aqueles que me proporcionaram o prazer de disfrutar desse sentimento magnífico e poderoso, e me fizeram tão bem no tempo que eu os dei. Porque eu credito que devemos nos permtir, nos comprometer, nos entregar enquanto o caminho apenas nos faça olhar para trás.
Não entendo quem insisti na história que está a frente:repete o verão passado, esperar a primavera chegar ou a "prima Vera" ir em embora para então chegar. Quem tenta sempre do mesmo jeito vai obter sempre o mesmo resultado.Isso não é romance, isso é lógica.
Li que somos responsáveis por tudo o que nos acontece.
Cada vez mais acredito nisso.
Sempre ouço que a sorte acompanha os bons!
Cada vez mais comprovo isso.

Mariana Barreto disse...

Ai Anônimo querido, não entendo pq não faz um blog se gosta tanto de falar de ti.
Ou sei lá, fala da tua maravilhosa vida para tuas amigas, namorados, rolos e afins.
Comentário não é para isso e já ta enchendo o saco, até pq todo mundo sabe quem é e o que vem fzer aqui.
Não faça eu ter que ter trabalho e bloquear ip e tudo mais. E se quiser conversar cmg me pede aqui meu msn, telefone, que te dou sem problema nenhum.
Pode até me passar textos para eu colocar aqui, pq já percebi que escreve mto bem.
Agora quanto ao resto chega né? tenta viver um pouquinho.
Beijos

Anônimo disse...

heehheh...tu é mesmo engraçada!!!
se as pessoas comentam, reclama. Se não comentam tb reclama...vai entender.
Não sabia que meus comentários te eram tão desagradáveis.
Mas, o blog sendo teu, ou mehor, tu sendo uma das donas do blog, sinta-se a vontade para bloquear o "Ip e tudo mais."
Não sei o que isso irá adiantar,mas já que tens uma amigo hacker talvez ele posso te explicar algumas coisinhas sobre Ip!!!
Não posso deixar de agrader o elogio.
E pode deixar que se eu quiser conversar ctg te faço uma visita!
:)
e o resto que te referes acho que não é o mesmo estou pensando então não vou escrever nada...hehehe

ps: quer que eu passe a assinar os comentários???
hahahaha

Mariana Barreto disse...

Bom então tu me conhece se podes me fazer uma visita, não acha que esta interessada de mais nas minhas reclamações, lamentações e amigos hackers?
Já te disse se o problema é pessoal venha ate mim por msn, telefone ou faça uam visita mesmo.´Teus comentários não me são desagradaveis, mas meu blog não é feito para as pessoas contarem a vida delas em comentários.
Não precisa assinar nada, só faça o que eu to pedindo, acho que tu conseguiu entender direitinho né?

Anônimo disse...

como assim??? tu já não disse que sabia quem eu era?
mas que vontade de falar comigo...
hehehhe
sempre pedindo para entrar no msn,te ligar...
querendo, podes entrar em contato tb!!!
eu gosto mesmo é de escrever aqui mas se n te agrada.
Parei!!!!
beijosss

Mariana Barreto disse...

Como já te disse, não gosto que pessoas tenham sentimentos ruins por mim, prefiro que elas tratem diretamnte cmg. Eu não tenho problems cntg, o problema que eu tinha já esta resolvido então.
Obrigada!